top of page
  • Foto do escritorEscola Montessoriana

A CRIANÇA MONTESSORI: Uma nova visão sobre as crianças ( 1 a 3 anos)



Maria Montessori descreve a criança como um ser ativo e, principalmente, na fase de 1 a 3 anos, elas podem ser mal compreendidas por conta da vontade de aprender e explorar.

Assim, os próximos três textos vão ajudar a entender como esses pequenos percebem o mundo e como eles merecem ser tratados. Para isso, as informações se basearão no livro A criança Montessori – Guia para educar crianças curiosas e responsáveis” de Simone Davies.

A educação montessoriana para crianças de 1 a 3 anos enfatiza o desenvolvimento integral da criança e, por isso, valoriza a autonomia, a liberdade e o respeito às necessidades individuais.


Como colaborar para a autonomia da criança na fase de 1 a 3 anos?


Para que a criança aprenda por si mesma, ela deve ser encorajada a realizar atividades diárias que promovam essa autonomia. Entre essas atividades, ela pode iniciar atividades de cuidado pessoal, como vestir-se, comer e cuidar de seus pertences. É importante entender que tais tarefas não só desenvolvem as habilidades motoras, mas, à medida que a criança se sente capaz, ela também fortalece a autoestima em uma fase em que essa formação é essencial.


Além disso, a abordagem montessoriana enfatiza o desenvolvimento da linguagem e da comunicação nessa faixa etária. O adulto deve falar de forma clara e objetiva com a criança, utilizando uma linguagem rica e adequada. É importante incentivar a criança a se comunicar verbalmente, expressando suas necessidades e emoções.





A beleza do mundo das crianças de 1 a 3 anos


As crianças de 1 a 3 anos podem ser consideradas difíceis, porque estão na fase de “autoafirmação”. Isso significa que, a autonomia dessa criança faz parte de um momento de formação da identidade dela. É entre 18 meses e 3 anos que a criança começa a se perceber como uma pessoa separada de seus pais, e por isso, é tão importante para o fortalecimento da autoestima e da identidade, que sua independência seja respeitada. Como consequência, é nessa fase também que a criança diz muitos “não’s” e muito “eu”. Essas palavras são a forma da criança começar a entender o que vem dela e o que vem do outro.


As crianças de 1 a 3 anos também têm necessidade de explorar e se movimentar. Há, nessa fase, o desejo de se desafiar a alcançar lugares altos, que, sabemos que podem ser preocupante para os pais. Por isso, a importância de permitir o movimento das crianças em ambientes preparados.


E, antes que pensem que a teoria montessoriana seja sobre permitir tudo: é fundamental que todo esse respeito e liberdade seja também rodeado de limites. A abordagem montessoriana não é permissiva, ela busca entender o que realmente faz bem à criança e elas também precisam de ordem, rotina. Isso as ajuda a entender o sentido do seu mundo.

A ideia é que o adulto possa atuar como um guia para saber até onde elas podem ir, respeitando a liberdade e a beleza dessa fase, ao mesmo tempo, em que dá limites seguros para elas explorarem e conhecerem o mundo.


“Crianças pequenas não nos dão trabalho. São elas que estão tendo muito trabalho. [...] Ao perceber que o comportamento difícil das crianças, na verdade é um pedido de ajuda, devemos nos perguntar, como posso ser útil agora? Paramos de nos sentir atacados e buscamos ser mais acolhedores.”
Simone Davies – A Criança Montessoriana

Assim, é importante entender que a autonomia, a liberdade e o respeito às necessidades individuais são valores fundamentais nessa fase inicial da educação montessoriana.


Gostou dessas dicas? Deixei seu comentário logo abaixo.

492 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page