• Escola Montessoriana

A preparação espiritual do professor



Para se tornar um educador Montessori, uma das principais preparações é a espiritual. Maria Montessori em seu livro "A Criança" deixa claro que o educador precisa antes se livrar das expectativas comuns que ele tem relação a criança para depois conseguir enxergá-la como o ser independente que ela é.


Essa preparação espiritual significa o ato de tomar consciência das próprias falhas e limitações, livrar-se de sentimentos de orgulho e de dominação. Confiar na criança é um ato de fé. Fé nas escolhas da criança, na liberdade e no guia interior que ela possui.

O adulto preparado evitará apontar os erros o tempo todo, tornando a vida da criança cheia de ordens que muitas vezes não possuem sentido. Ele vai observar, porque, antes, já se observou e se observa o tempo todo. Ele vai dar liberdade à criança, porque ele também se sente livre.

O professor preparado

O educador é um guia que mostra o caminho, mas sua conquista maior é ver a autonomia da criança. Engana-se quem pensa que o professor deve se preparar apenas por meio de conhecimentos e estudos. Ele precisa de bases morais e de autoconhecimento.

"O professor deve preparar-se interiormente, estudando-se a si mesmo com metódica constância, a fim de conseguir suprimir os próprios defeitos mais enraizados, que constituem um obstáculo às suas realizações com as crianças."
Maria Montessori

Assim, o professor deve ser iniciado e procurar continuamente elevar a própria vida interior. Perceber a condição espiritual mais próxima à sua missão e livrar-se da ira, da impaciência e do orgulho.

Como se corrigir?

Existem duas formas de se corrigir, espiritualmente falando: De maneira interior, em que o indivíduo luta contra seus próprios defeitos e a exterior, em que é necessário resistir externamente às manifestações ruins que surgem.

O professor se desenvolve espiritualmente por meio da reflexão, entendendo os efeitos dos seus atos na vida da criança. A criança, por sua vez, também sentirá no espírito quando o adulto a eleva ou a deprime. Reconhecerá o adulto que a acolhe e desenvolve e o adulto que a oprime. A partir do que ela sentir no espírito, ela imprimirá em suas reações, como choros sem sentido, medos, aflições.





Não há direito natural do adulto em dominar

A sociedade, em geral, permite ao adulto dominar a criança, como se houvesse um direito natural reconhecido que ele possui pelo simples fato de ser adulto. Esse direito não existe e o adulto espiritualmente preparado, autoconsciente saberá perceber quando age de maneira autoritária.

Assim, a preparação que o método montessori exige do professor é o autoexame, a renúncia à tirania e a opressão. É necessário um ato de humildade. Pede-se a análise do estado interior e da atitude que impede de compreender a criança.

Purificar a mente e o coração para que o adulto possa observar a criança com olhos sinceros. Para que possa orientá-la com amor e deixar de lado todas as expectativas que dizem mais sobre ele do que sobre a criança.

30 visualizações
Nossa Localização:
Endereço:

SHC EQS 116/316 Bloco “C” 70.386-400 – Brasília – DF

Telefones:

(61) 3345-0445  / 3245-4443

Segunda à sexta - 8:00 - 18:00

© 2020 by Escola Montessoriana |  Terms of Use  |   Privacy Policy