top of page
  • Foto do escritorEscola Montessoriana

A CRIANÇA MONTESSORI: De 3 a 6 anos


Já falamos sobre a capacidade da criança de absorver conhecimento de forma inconsciente até os 3 anos (leia aqui). Mas, hoje, vamos falar sobre como encorajar o desenvolvimento da criança após essa idade. Nessa fase, ainda que seja de forma consciente, a criança aprende com muita facilidade, sem esforço. E a ideia é aproveitar seu interesse natural para introduzir os conceitos.


Explorar o interesse natural da criança é conhecer e respeitar os períodos sensíveis (também já falamos sobre eles aqui). E é importante lembrar que esses períodos acontecem de forma simultânea, que cada criança tem seu ritmo e devemos respeitar a sua evolução. Assim, entre os 3 a 6 anos, existem algumas fases do desenvolvimento infantil que destacam determinadas sensibilidades das crianças. Segue abaixo


  • Aos 2-6 anos: música

  • Aos 4-6 anos: matemática

  • Aos 3-4 anos: escrita

  • Aos 3-5 anos: leitura


Lembre-se que essa é uma associação geral, nem todas as crianças irão segui-la e isso não significa que tenha algo de errado. Algumas crianças podem desenvolver uma sensibilidade uns meses antes ou uns mais tarde.


É muito importante que o adulto não tente adiantar processos, porque isso não é saudável para a criança e pode fazê-la criar aversão a determinadas tarefas.



Mas como detectar os Períodos Sensíveis na criança?

Existem alguns comportamentos que mostram que a criança está pronta e interessada para um novo aprendizado, seguem alguns deles:


  • A criança, por vontade própria, se concentra na atividade

  • A criança sente vontade de repetir a atividade diversas vezes

  • A criança passa horas observando como se faz ou observando os objetos relacionados à atividade.


Desenvolvimentos importantes de 3 a 6 anos


A socialização

Outro aprendizado muito importante dessa fase (3 a 6 anos) é a socialização. Nessa idade, é comum a criança começar a entender como funcionam as relações sociais. Se até os 3 anos, ela explorou o mundo ao seu redor, ela, agora, começará a se interessar por interagir com outras crianças. Nessa etapa, é importante dar atenção à socialização, porque a conexão emocional e as habilidades sociais serão fundamentais para ela no futuro.


Essas novas interações darão dicas importantes sobre o autoconceito da criança, como ela se percebe e seu mundo emocional. É importante observar e fortalecer a autoestima nessa fase e isso pode ser evidenciado através dos novos amiguinhos.




A linguagem


Após os 3 anos, a educação da linguagem se torna mais interessante (leia mais sobre isso aqui). Nessa fase, a criança já consegue ampliar seu vocabulário e criar mais consciência do idioma.

Criar consciência significa que a criança pode começar descobrindo mais fatos sobre a língua, entender a estrutura, começar a entender os sons, as pronúncias, para que se desenvolva a boa comunicação.


Segundo o Centro de Estudos Montessori do RJ, Maria Montessori realizou um estudo com crianças de 3 a 6 anos e comprovou que elas atravessam um período caracterizado pela tomada de consciência de tudo que absorveram inconscientemente no período anterior, e isso as leva a expressarem a linguagem materna.



Matemática


É nessa fase também que acontece a aprendizagem da matemática. O ensino puramente realizado por teorias dificulta a visualização dos conceitos de medidas, pesos e quantidades. Assim, nesse período a criança entra em contato com a matemática, por meio de recursos tangíveis que desenvolvam o pensamento abstrato.


E, aqui, os materiais montessorianos são ótimos para ajudar as crianças a associarem os objetos aos números e a introduzir o raciocínio matemático na mente da criança.


Por meio das atividades matemáticas montessorianas, a criança trabalha com blocos, cubos e placas a fim de entender formatos, quantidades e proporções. E todo esse material, a Montessoriana Escola Infantil utiliza dentro de sala.





Por fim, lembre-se que o objetivo da educação Montessori é sempre levar a criança para um patamar de autonomia, independentemente do período sensível associado. Por isso, mais importante que os estímulos é o espaço e o respeito ao ritmo de aprendizagem de cada criança.


Gostou? Deixe o seu comentário logo abaixo.




1.495 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page