• Escola Montessoriana

Método Montessori: o instinto do trabalho



Maria Montessori descobriu que a criança o trabalho da criança é de extrema importância pra ela e pra humanidade. O instinto infantil confirma que o trabalho faz parte da natureza humana, o instinto característico da espécie.


Mas o que seria esse trabalho?


É o meio e a atividade que permite que a criança desenvolva todas as suas capacidades. Essas atividades são prazerosas e necessárias para a criança se conhecer e reconhecer no mundo, para que ela entenda mais sobre si, sobre os outros e sobre o ambiente em que vive.


O trabalho do adulto x o trabalho da criança


Se o trabalho é tão natural a ponto de possuir um instinto, por que motivo o trabalho é tantas vezes rejeitado pelo adulto?

Por que a criança vê satisfação nas atividades que realiza, enquanto o adulto muitas vezes sofre para trabalhar?


A grande diferença está na motivação de cada um deles.


O trabalho do adulto busca produzir alguma coisa e receber algo em troca. Assim, o adulto foca nos resultados e nas recompensas que recebe. Já a criança trabalha para si. O importante para ela é o processo, porque ele conduz não só a um resultado exterior, mas a uma série de resultados interiores. Quando, por exemplo, ela sobe nas cadeiras e no sofá, seu objetivo é aprender a controlar a si mesmo, perceber seu espaço e a movimentação. Ela desenvolve força e senso de equilíbrio e direção. Dessa forma, a criança não busca o resultado mas, sim, tudo aquilo que durante o processo ela conquistou.


A criança que cresce aprendendo a realizar esse trabalho interno e a valorizar o processo, certamente vai se sentir mais em paz em trabalhar quando adulto. A ansiedade da entrega e da aprovação alheia serão muito menores, uma vez que o grande prazer está em realizar a atividade.


A criança que cresce aprendendo a amar o processo, certamente será um adulto que precisará amar o que faz e verá muito prazer em trabalhar.




Os benefícios da valorização do processo do trabalho:


  • Quando esse processo é, de fato, aproveitado, a criança trabalha com vontade, sem a necessidade de finalizar logo.

  • A criança repete o trabalho por interesse e curiosidade.

  • Ela constrói e destrói para entender, conhecer e não tem medo de trabalhar novamente.

  • A criança quer aquilo que mexe internamente com ela.

  • A criança quer se transformar por dentro.

  • Ela se entrega profundamente ao trabalho.

  • E assim se desenvolve, de verdade, e desenvolve belissimamente a humanidade.


O homem se constrói trabalhando e, na criança, quando seu desenvolvimento respeita os instintos que orientam a sua estruturação individual, ela constrói também a humanidade.

13 visualizações
Nossa Localização:
Endereço:

SHC EQS 116/316 Bloco “C” 70.386-400 – Brasília – DF

Telefones:

(61) 3345-0445  / 3245-4443

Segunda à sexta - 8:00 - 18:00

© 2020 by Escola Montessoriana |  Terms of Use  |   Privacy Policy