top of page
  • Foto do escritorEscola Montessoriana

A CRIANÇA MONTESSORI: De 6 a 12 anos



Nos textos passados, falamos sobre a primeira infância (leia aqui e aqui) e abordamos, principalmente, sobre a conquista da independência física da criança. A partir dos seis anos, a criança passa a explorar outros mundo, além do físico. É o momento em que ela caminha para o mundo abstrato, para a fantasia e aprende habilidades de planejamento, pesquisa, questionamento.


Dos 6 aos 12 anos, o principal recurso da criança será a imaginação.


Se houve um bom desenvolvimento sensorial da criança nos primeiros anos, agora, ela poderá usar todo seu potencial para construções mais abstratas, fábulas e até mesmo para a construção moral.


É nesse momento que o foco a criança vai além do imediatismo do presente e ela passa a se interessar por um universo maior. Na teoria Montessori, chamamos isso de Educação Cósmica.



A Educação Cósmica


Maria Montessori utiliza a Educação Cósmica para que a criança seja capaz de formar um panorama do mundo, onde o ser humano é reconhecido como parte de um todo. Isso significa que a criança aprende, na prática, que todos dependem de todos para viver.


A palavra “Cosmo” vem do grego kosmikos, de kosmos e significa ordem. O termo se refere a descoberta da ordem global, unificada e a visão universal de tudo.


Assim, dos 6 aos 12 anos, é muito importante que a criança vá além do ensino intelectual. Essa abordagem cósmica vai proporcionar uma visão do dia a dia de maneira integrada, com beleza e união.





Como ajudar no desenvolvimento da criança de 6 a 12 anos?​

Depois de tanto trabalho funcional, é chegado o momento de fornecer para a criança elementos para a reflexão , como questionamentos e histórias. Para ajudá-la, é importante ficar atento a algumas mudanças dessa fase:

  • Nessa fase, ocorrem mudanças físicas, como a dentição permanente e o desenvolvimento da força.

  • A criança passa a ter necessidade de fazer parte de um grupo.

  • A criança se beneficia de atividades comunitárias.

  • A criança sente muita necessidade de conhecimento para além de seu próprio local.

  • Devemos ajuda-la a buscar respostas e tornar sua curiosidade natural um sentimento agradável e jamais um empecilho ao seu desenvolvimento.

  • Ajude a criança a desenvolver o pensamento abstrato, dê "asas" a imaginação dela.

  • Explore histórias e temas sobre moralidade, sociedade e justiça.


Ao final dessa fase, será muito benéfico que a criança tenha desenvolvido não apenas a autonomia física, mas também a independência em relação a suas ideias e que já comece a tomar as suas próprias decisões.


Gostou? Deixe o seu comentário, logo abaixo.


289 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page