• Escola Montessoriana

A criança e a mentira




Dizem que criança não mente. E, de fato, quanto mais nova, mais dificilmente a criança irá mentir. Acontece que, com o tempo, algumas relações sociais começam a ensinar a mentira como mecanismo de proteção. Isso significa que, para nos protegermos de sentimentos negativos, como a vergonha, utilizamos a mentira pra não assumir culpados ou para evitar constranger alguém.


Assim, a habilidade de se relacionar com a verdade muda com a idade. Crianças muito novas possuem dificuldade em esconder a verdade. Maria Montessori, em seu livro A Criança, jamais culpa a criança pela mentira. Ela mostra os tipos de mentira das crianças e o porquê delas acontecerem.


A mentira induzida pelo adulto


Esse tipo de mentira é preocupante, porque, em geral, significa alguma manipulação do adulto. São mentiras que encobrem a maldade de alguém que não é a criança. Tais mentiras, podem, inclusive induzir a criança a criar falsas memórias.

Assim, ela incorpora narrativas adultas como se fossem verdade ou por meio de perguntas que induzem a lógica distinta daquilo que efetivamente ocorreu. O adulto distorce a percepção de mundo da criança.


A mentira como defesa


A maior parte das mentiras defensivas da criança ocorrem por medo. A criança pode ter medo do castigo ou pode acontecer dela querer fazer alguma atividade sozinha e saber que o adulto vai interferir. As mentiras defensivas escondem, na realidade, a fragilidade da criança.


A mentira fantasiosa


Quando a mentira decorre de uma invenção, existe na criança a necessidade de dizer coisas fantásticas. Segundo Montessori, trata-se de uma verdadeira forma artística, como a de um ator que encarna uma personagem. Nesse caso, a criança mente para fantasiar o mundo e desenvolver a imaginação. A criança mistura fatos reais com fatos imaginário. É necessário apenas observar se a mentira fantasiosa está sendo usada como forma de defesa de situações sérias que estejam acontecendo com a criança. Muitas vezes, ela pode imaginar para se defender.






E o que fazer quando a criança mente?


  • Punir a criança só vai reforçar o mau comportamento.

  • Punir pode ainda tornar a criança uma mentirosa frequente e estragar a relação mãe e filho/ pai e filho.

  • Evite chamá-la de “mentirosa”.

  • Procure entender o que aquela mentira esconde: É um sentimento de vergonha? Um medo? É imaginação?

  • Peça que ela conte o que aconteceu com as palavras dela.

  • Evite procurar culpados, busque qual o problema e a solução.

  • Pergunte a criança como ela acha que podem resolver o problema.

  • Não minta perto da criança. Dê o exemplo.

  • Conte histórias com lições sobre não mentir


As crianças podem até fazer afirmações falsas, mas em geral, as fazem com ímpeto sincero. Confie na criança e ela confiará em você.



0 visualização
Nossa Localização:
Endereço:

SHC EQS 116/316 Bloco “C” 70.386-400 – Brasília – DF

Telefones:

(61) 3345-0445  / 3245-4443

Segunda à sexta - 8:00 - 18:00

© 2020 by Escola Montessoriana |  Terms of Use  |   Privacy Policy