• Escola Montessoriana

4 itens que ajudam a criança a ter autonomia pela casa





Ser montessori é aplicar a visão de mundo que Maria Montessori desenvolveu como um todo. Por isso, ainda que existam objetos que ajudem nessa tarefa, eles não são, de fato, o mais importante dentro do método.


Não são os objetos adequados que fazem uma casa, um quarto ou família ser montessoriana, mas a vontade dos pais de viver o método, a organização familiar para que toda a casa e todos os espaços possibilitem a vivência da teoria.

E é importante lembrar: para uma casa viver a teoria montessoriana, ela não precisa ter tudo exatamente como a teoria indica, o essencial é permitir que a criança se sinta livre em um ambiente acessível e seguro. Combinado? Agora, vamos para as dicas.


1 - Tapetes ou colchão no chão


Coloque um colchão no chão ou um tapete apropriado para que a criança, desde cedo, possa ter um espaço para se movimentar. Isso ajuda no desenvolvimento dos músculos da barriga, do pescoço. Além de que ela pode rolar, sentar e, se for um bebê, até aprender a engatinhar. A ideia é que ela possa explorar o próprio corpo e se movimentar com segurança.


2 - Espelhos ao alcance da criança


O espelho ajuda a criança a se reconhecer, se olhar, se perceber no espaço. Lembre-se apenas de colocá-lo de forma que fique seguro e bem preso à parede. E veja seu filho ou sua filha se divertindo, enquanto olha para si mesmo.




3 - Prateleiras


Utilize prateleiras na altura da criança pelo quarto, pela cozinha, pela sala, sempre de forma que ela possa ter a liberdade de alcançar, o que ela precisar alcançar. Assim, ela pode manipular os objetos sozinha, pegar quando quiser e devolver para o lugar.

Fonte: live.apto.vc

4 - Itens decorativos


É importante que a casa, como um todo, represente a criança também. Por isso, quando for decorar, lembre de colocar itens decorativos, como quadrinhos, ao alcance da visão da criança. Você pode se abaixar e olhar pela perspectiva dela para pensar o ambiente a partir disso.



Fonte: live.apto.vc

E, por fim, lembre-se sempre que não apenas o quarto deve ser um espaço acessível para a criança, mas ela deve sentir autonomia em toda a casa. Ela deve se sentir parte daquela ambiente para crescer e desenvolver sua potencialidades.


O texto te ajudou? Se sim, deixe um comentário contando o que achou.

Vamos adorar interagir com você!





20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo